Enter your keyword

O que a Crise Externa tem a ver com a Crise Interna?

Por Cassia Fernandes

crenças limitantes - Copia

Até um tempo atrás eu pensava que se não ficasse atenta com todas as notícias do país eu estaria me desatualizando do contexto atual e sairia perdendo com isso.

O processo era exatamente esse: intenção de se manter atualizada, assistir jornais, entrar em negatividade, ser assombrada com o medo, passar a reclamar das coisas e pessoas depois não assumir a responsabilidade pela falta de resultados.

Esse fluxo parece com o de alguém que você conhece?

Então comecei a observar as pessoas que não entravam nessa frequência, como elas viviam, pensavam, agiam, sentiam e ainda são bem-sucedidas em suas escolhas… Nossa! Quanta diferença! Nada do que eu fazia estava em sintonia com a forma próspera de viver, certas coisas não faziam sentido.

Como você quer entrar numa frequência de evolução, de prosperidade alinhado com seus objetivos e propósito se você viver no fluxo da escassez, não saber agradecer pelo que tem embora queira alcançar mais?

Então a resposta é essa: você é resultado de suas crenças, daquilo que acredita ser o certo fazer, ser e sentir. As crenças estão presentes no histórico de vida que cada um carrega. É construída pelo ambiente familiar, sociedade, religião, politica, amigos, enfim, por onde cada um passou. Formamos um padrão mental.

Nosso inconsciente armazena todos os registros como forma de nos proteger e em algum momento certos gatilhos mentais vem à tona e sem questionar acreditamos que certas coisas fazem sentido, mas estão apenas nos sabotando.

Vivemos em quatro mundos: mundo mental, emocional, espiritual e físico. O que quer que conquistamos no mundo físico é uma expressão das outras três áreas, são os frutos que colhemos do que plantamos. Se queremos frutos diferentes, precisamos nos concentrar em raízes saudáveis adotando a postura coerente com o que deseja.

As raízes não são visíveis em nossas vidas, mas elas criam o que é visível o tempo todo. Se nosso inconsciente estiver carregado de crenças que limitam nosso avanço, precisamos remover a “erva daninha”.

Escolhemos assistir jornais o tempo todo, permitimos ser influenciados pela negatividade de outras pessoas ou do sistema o tempo todo, colocamos nosso foco no medo.

Somos a manifestação do que sentimos e pensamos, então é preciso rever como estamos agindo.

Você não precisa viver fora da realidade, mas o melhor caminho não é a preocupação e o descontrole emocional. Uma mente perturbada perde a clareza e entra em conflito. Não temos como expandir as ideias e sermos criativos dessa forma.

Se existe forças que impulsionam para o pessimismo e o negativismo também existe aquelas que dão poder, encorajam, trazem clareza, criatividade, foca na solução e não no problema, a diferença é saber qual delas você vai alimentar.

Preserve sua inspiração, cuide quem são as pessoas que te cercam, quem terá a sua atenção e tempo. Isso é um conjunto, é a árvore da vida, assim você poderá mudar a frequência do seu mundo interior que refletirá no seu mundo exterior. A pior crise é aquela que coloca algemas invisíveis em você, o medo.

Uma forma consistente de apagar crenças negativas mudando o condicionamento mental que sabota e adotar hábitos de vida prósperos é usar técnicas cognitivas como a EFT – acupuntura emocional.

Responda para si mesmo agora: “O que eu quero jogar fora de minha vida? Qual o peso que se tornou um fardo muito difícil de carregar?”

Se você quer saber mais sobre como virar o jogo da sua vida, estarei ao seu lado.

COMPARTILHE
Share on FacebookTweet about this on Twitter

Comentários