Enter your keyword

Quando é Preciso Recomeçar: Vida x Profissão

Por Cassia Fernandes

Quando um ciclo se aproxima do fim, a sensação é de que não há nada que se possa fazer para que ele de fato termine. O que tinha que ser feito já foi realizado e o que deixou de acontecer simplesmente não era para ser. E diante do medo do desconhecido o máximo que conseguimos fazer é prorrogar a nossa insatisfação e desgastar nossas relações pessoais e profissionais. O que fazer então? Se libertar.

A equação início, meio e fim é infalível tanto para o bem quanto para o mal, mas se você conseguiu identificar que ao invés de deixar a bomba relógio explodir dentro de você pela insatisfação na sua carreira, existe a chance de reescrever sua história mudando seu padrão, ótimo! Parabéns! O que você precisa fazer para dar esse início? Sair da zona de conforto e de uma vez por todas entender que toda e qualquer mudança não irá acontecer se você insistir em seguir com os mesmos hábitos.

Tudo o que você resiste persiste.

A zona de conforto será seu inimigo número um, veja o porquê:

Tudo o que você aprendeu na vida, seja por 5/10/15 ou mais anos criou a sua base de sustentação, o seu alicerce de fundação. É como numa construção a fundação da sua casa e mesmo com problemas, insatisfação, descontentamento, conflitos, estresse, seja o que for, você se construiu assim e morou nela por esse tempo todo.

Isso gerou um padrão. São seus hábitos, regras, costumes, arquivos de memória, crenças que embora estejam perdendo a sua credibilidade causa ainda mais desconforto a ideia de adotar um novo padrão e mudar, causa mais insegurança. É o medo do desconhecido.

Mas o que falta para você resgatar seus valores, aumentar sua autoconfiança e virar a página?

Descobrir o seu poder pessoal. Ele nasceu com você e em algum momento da sua vida perdeu forças devido a algum transtorno, trauma, medos. Isso desencorajou você em acreditar em si mesmo como regra de vivência, não sobrevivência. Sim! Não viemos a esse mundo para se conformar em sobreviver. Viemos para agarrar nossos sonhos e aprender a conviver com a insatisfação só gera e alimenta o nosso maior inimigo, o medo.

Vamos começar com o autoquestionamento sobre você mesmo. Você precisa resgatar sua força, se redescobrir e confiar em si mesmo. Entender que o sentido da vida é muito mais do que trabalhar para viver ou viver para trabalhar. Esse paradigma não se encaixa porque se você aprendeu que a vida é difícil você vai viver numa eterna corrida e se você conseguiu algum destaque financeiro mas aprendeu que precisa estar cada vez mais atento para não decair você vai viver também numa eterna corrida, sem qualidade de vida e prejudicando a sua saúde, seus relacionamentos e oportunidades.

Quero que você entenda que chega um certo ponto de nossas vidas que você precisa simplesmente parar e escutar a sua voz interior. Isso não é bobagem. Precisamos aprender a escutar mais do que falar. Pratique o autoquestionamento. Todas as suas verdades e vontades estão dentro de você e você precisa ter acesso a elas. É um resgate de si mesmo. Como fazer?

Faça as seguintes perguntas para si mesmo:

–  O que eu quero fazer em vez disso que estou fazendo? Pense no seu propósito.

– O que eu tenho que fazer para mudar? Liste tudo.

– Quais as escolhas que preciso fazer? O que você precisa eliminar e o que alimentar no seu eu? Faça outra lista.

– Como eu gostaria que ocorresse essa mudança? Seja criativo e expanda seus limites.

– Quais caminhos percorrer para realizar essa mudança? Coloque energia e inspiração.

– Onde eu quero chegar? Você sabe as respostas, nem que precise se perguntar várias vezes, buscar inspiração através do autoconhecimento. Essa é a verdadeira base da sua essência, da sua identidade.

Existe uma conexão da vida pessoal e da vida profissional, uma está interligada na outra e reflete o estado emocional entre ambas como um espelho. A mente é uma só.

Você precisa gerar clareza para saber ouvir as respostas que virão e então se libertar de padrões que muitas vezes nem foi você que estabeleceu. As vezes, nós não temos clareza porque nós colocamos muitas distrações nas nossas vidas. Que tipo de distrações você está colocando na sua vida hoje, e que podem estar atrapalhando? Crie o seu equilíbrio.

Regra de ouro: não foque no problema e sim na solução.

Nesse ciclo de silêncio e equilíbrio interior você também precisará gerar espaço para as respostas que surgirem e com isso a energia necessária para se reinventar, repaginar a sua vida.

Essa é a fase onde você precisa potencializar seus talentos adquirindo consistência naquilo que você se propôs. Como fazer isso?

Busque inspiração em pessoas que estão no caminho da prosperidade, do sucesso e entenda que se elas conseguem, você também consegue. Certos caminhos dão certo quando estamos alinhados com nossos objetivos e não medimos esforços em aprender, reaprender e nos dedicarmos. Tudo é aprendizagem e consciência. Onde você coloca a sua consciência e consistência você cresce.

Todo recomeço exige dedicação na vida pessoa e profissional. Repaginar é um caminho de criatividade, confiança e amor e se você acredita na mudança que quer fazer, porque é algo que faz o seu coração bater mais forte, então não sentirá peso nesse esforço e sim prazer.

COMPARTILHE
Share on FacebookTweet about this on Twitter

Comentários