Enter your keyword

Saúde Emocional no Trabalho: Por que?

Por Cassia Fernandes

estresse-no-trabalho

Quando o local de trabalho gera algum estresse e sofrimento, os reflexos se espalham no ambiente familiar, relacionamentos, na construção interior de cada um e num instante sabotamos todo um crescimento. Entretanto, onde quer que seja gerado, o sofrimento emocional causa impacto em todas as áreas de nossas vidas.

A vida agitada e o ritmo acelerado crescente desencadeiam uma série de conflitos que afetam todos os lados: empresas, funcionários, famílias, vida social e afetiva. Porém enquanto estamos vivendo o processo não temos uma percepção ampla do tamanho do problema.

Temos a tendência de nos dar conta quando o “alarme” tocar. Que alarme? O desgaste emocional de todos envolvidos. Essas perdas acabam se tornando físicas e materiais.

A ciência mostra claramente que cerca de 95% do comportamento humano é dirigido pela emoção. Quando adoecemos é nosso corpo dando sinal de alerta, pedindo ajuda então remediamos a situação mas poucos buscam reorganizar seus hábitos.

O custo de não ter ações proativas para resolver estresse emocional reprimido é amplamente visto na vida com seus efeitos posteriores, que vão desde frustração à raiva, à violência social, à destruição alcoólica, à violência doméstica e aos lares desfeitos, e consequentemente refletindo-se no comportamento das crianças e parceiros.

Porque pagar um preço tão alto por algo que pode ser evitado quando podemos ter a orientação necessária? Parece lógico ter consciência disso, porém quem está dentro pode não olhar com o cuidado necessário a tempo. O que falta então? Uma nova consciência. Saiba como lidar com isso Aqui!

Envolver toda a força de trabalho, não apenas para lidar com os problemas à medida em que eles se manifestam, mas para ajudar as pessoas a potencializarem sua saúde e bem-estar é um ganho conjunto. “Você não precisa se sentir mal para querer se sentir melhor”.

Quais os ganhos ao buscar estratégias de conciliação?

  • Autoconfiança
  • Facilidade em gerir conflitos
  • Autossuficiência
  • Melhora do humor
  • Menos peso emocional aos eventos negativos
  • Mais iniciativa e criatividade
  • Mais produtividade e energia
  • Interesse por concluir tarefas
  • Foco e clareza

E quando simplesmente não se toma nenhuma atitude seja por parte das empresas ou das pessoas envolvidas com o estresse emocional estaremos apostando no insucesso.

O potencial positivo é uma sociedade composta por pessoas com mais segurança interior e autovalorização e isso pode começar agora. É uma mudança de condicionamento mental que precisa ser urgentemente trabalhado. Quem vai dar o primeiro passo? Pode ser você. Proteja sua empresa, seu trabalho, sua saúde, sua família e sua vida.

Um novo método de trabalhar a saúde emocional  de forma dinâmica tem impactado vidas no mundo corporativo e pessoal. Veja mais aqui. A saúde da sua empresa, do seu trabalho e a sua pode e deve mudar.

COMPARTILHE
Share on FacebookTweet about this on Twitter

Comentários