Enter your keyword

Saúde ou dor? Qual a sua dúvida?

Por Cassia Fernandes

Você pode achar que não dar a devida atenção a sua saúde hoje não acarretará em nenhuma perda no futuro, mas isso não é verdade.

O cenário atual está nos exigindo muito e devido a cobranças, promessas e expectativas desenvolvemos ansiedades que desencadeiam outros transtornos.

A pior cobrança é a nossa mesmo mas é dado um momento em que precisamos apertar o botão da velocidade exterior e olhar para nosso interior antes que o corpo chame a atenção. Somos aquilo que produzimos, ingerimos e movimentamos.

Como fala o escritor, médico psiquiatra Augusto Cury em seu livro “Ansiedade – Como enfrentar o mal do século”:

Vivemos em uma sociedade de excessos. Somos bombardeados por informações que, na maior parte das vezes, não conseguimos absorver. Somos cobrados, pressionados, nos tornamos reféns da nossa mente. Essa situação alterou algo que deveria ser inviolável – o ritmo de construção de pensamentos -, gerando consequências seriíssimas para a saúde emocional, o prazer de viver, a inteligência, a criatividade. Pensar é bom, pensar com consciência crítica é melhor ainda, mas pensar excessivamente é uma bomba contra a qualidade de vida e um intelecto criativo e produtivo. Em Ansiedade: como enfrentar o mal do século, o conceituado psiquiatra e psicoterapeuta Augusto Cury apresenta a Síndrome do Pensamento Acelerado (SPA), uma das doenças mais penetrantes da atualidade. Ainda pouco conhecida por psicólogos e psicopedagogos, não raro a SPA é confundida com hiperatividade ou transtorno do déficit de atenção.

Neste livro, você conhecerá os sintomas e as consequências desse mal bem como as técnicas para enfrentar e recuperar sua tranquilidade emocional e mental. Recomendo.

E seu corpo, como está? De bem com a vida? O corpo tem saúde quando está em movimento. Se deixamos o sedentarismo instalar-se junto vem uma série de consequências desagradáveis. Visto que qualquer tipo de exercício físico nos traz saúde para o corpo e para a mente, a devida importância torna-se urgente.

A vontade precisa ser maior que o comodismo para mudarmos o rumo de nossas vidas e somos nós que temos a ganhar e muito com isso: qualidade de vida, amizades, interação social, auto conhecimento, capacidade de incentivar pessoas ao seu redor.

A beleza da vida está em fazer algo por nós mesmos para que possamos contagiar e espalhar alegria. Quando damos importância para isso, mostramos o valor da existência e atraímos positividade. Conquiste-a sempre, cada dia mais. Seja líder de si mesmo.

Sempre que relutar em mudar seus hábitos, lembre do que você perde se não fazer. Então, saúde ou dor?

COMPARTILHE
Share on FacebookTweet about this on Twitter

Comentários